Un réel pour le XXI sciècle
ASSOCIAÇÃO MUNDIAL DE PSICANÁLISE
IX Congresso da AMP • 14-18 abril 2014 • Paris • Palais des Congrès • www.wapol.org

Programa do Congresso
Inscrever-se na FESTA
Inscrição FULL
What's up ! NEWS
Comitê de Ação da Escola Una - Papers
Textos de orientação
Afinidades VIDEO
5 minutos no RÁDIO
Afinidades PARA LER
Pedaços de real WAP WEB
Jornada clínica
Bibliografia
Publicações
Dossiê de imprensa
Informações práticas
Os Congressos precedentes
Procurar no site
Loading
Siga
@scilitwitt !
AFINIDADES
Luiz Garrocho
Produzir o que escapa

Entrevista realizada por Ana Lydia Santiago


Clique na imagem para ver o vídeo
(Para fazer uma pausa, clique novamente)

Luiz Garrocho, teatrólogo, diretor de teatro físico e de performances urbanas :

« O que me afeta, me move, me mobiliza, é o aspecto de algo que pode me escapar, mas que também foi produzido por mim. Uma performance tem isso: tem que ter alguma coisa que escapa. E, dessa coisa que me move, não consigo falar muito, porque ela escapa! »

« No teatro, todo o meu olhar não é enquadrado, nem filtrado; ele é conduzido por esse motivo que retorna, que é a infância. Esse lei motiv. Penso que o brincar, o lúdico traz a possibilidade de abertura a um outro mundo, mas não é apenas um mundo; são vários mundos! Talvez nós todos estaríamos elaborando a morte. São respostas poéticas, dentro da materialidade da vida. São potentes, não porque são uma espécie de lugar da fantasia para dar conta do real. Elas são real. »

« Neste o século XXI, eu vejo a supressão do sensível, a ausência das pessoas me impressiona muito. Outra, é o estado quase universal de guerra. Acho que é o século da guerra total. »